sábado, 19 de novembro de 2011

ACADEMICA vs FC PORTO 3-0



FC Porto despede-se da Taça em Coimbra


O FC Porto foi este sábado eliminado da Taça de Portugal, depois de perder por 3-0 com a Académica, em Coimbra. Depois de três troféus nas últimas três edições da competição, o FC Porto despede-se da competição, após uma exibição muito fraca.Após uma primeira parte de domínio dos Dragões, mas sem que a equipa tivesse conseguido criar situações de remate, o intervalo parecia ter feito bem à equipa, que nos primeiros minutos da etapa complementar criou problemas à equipa de Coimbra.Um contra-ataque da Académica, conduzido por Sissoko, permitiu a Marinho abrir o marcador aos 65 minutos de jogo e como que fez ruir a equipa do FC Porto, que nunca mais se recompôs.A perder, o FC Porto tentou forçar no ataque, mas acabou por ser a Académica a ampliar o marcador, com um golo de Adrien Silva, após novo contra-ataque.Em cima do final, Diogo Valente fechou o resultado, numa dolorosa derrota para o FC Porto, que se despede de uma competição que vencia há três anos consecutivos.

FICHA DE JOGO

Académica-FC Porto 3-0

Taça de Portugal 2011/12, IV eliminatória

Estádio Municipal de Coimbra

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal)

Assistentes: António Godinho e Nuno Conceição

ACADÉMICA: Ricardo; João Dias, Berger, João Real e Hélder Cabral; Pape Sow; Adrien e Diogo Melo; Marinho, Éder e Sissoko.

Substituições: Marinho por Diogo Valente (73m); Diogo Melo por Júlio César (77m), Éder por Fábio Luís (90+1m)

Não utilizados: Peiser, Cédric, Nivaldo e Hugo Morais.

Treinador: Pedro Emanuel

FC PORTO: Bracali; Maicon, Rolando, Otamendi e Álvaro Pereira; Fernando; Moutinho e Belluschi; Hulk, Walter e Varela.

Substituições: Belluschi por James Rodriguez (59m), Varela por Kléber (68m), João Moutinho por Defour (68m)

Não utilizados: Helton, Mangala, Souza e Djalma.

Treinador: Vítor Pereira

Ao intervalo: 0-0

Golos: Marinho 64m; Adrien Silva 81m; Diogo Valente 89m

Disciplina: cartão amarelo a Otamendi 55m; Belluschi 59m, Rolando 61m, Hulk 82m; Ricardo 90+1m

ANDEBOL FC PORTO vs BENFICA 23-22

Ponta final dá vitória merecida






O FC Porto Vitalis venceu este sábado o Benfica por 23-22, num emocionante jogo da 12.ª jornada do Andebol 1, em que deram a volta ao resultado nos últimos 10 minutos.



Os Dragões foram justos vencedores, por terem sido a equipa mais lutadora e por nunca terem deixado de acreditar no triunfo.



Os azuis e brancos garantem a manutenção do primeiro lugar do campeonato, agora com 35 pontos.



Num pavilhão com um ambiente escaldante e 1.808 portistas a torcer pela equipa, o embate decorreu sob o signo do equilíbrio, com o Benfica a ganhar vantagem no arranque (0-3). Ao intervalo, o resultado era favorável aos lisboetas por um golo (10-11), num primeiro tempo em que os Dragões não fizeram valer o seu poder de fogo na primeira linha (apenas um golo em 10 tentativas).



Na segunda parte, Pedro Spínola empatou o encontro logo no primeiro minuto (11-11), mas seriam os visitantes a conseguir novamente um parcial de 0-3. O FC Porto perseguiu continuadamente essa desvantagem, conseguindo duas situações de empate até aos 50 minutos (14-14 e 16-16). Aos 40 minutos, os azuis e brancos perderam Ricardo Moreira, por lesão, na sequência de uma disputa de bola com um adversário.



Seria nos últimos 10 minutos que o FC Porto asseguraria a vitória, tendo partido para essa etapa a perder por 18-20. Um golo de Tiago Rocha e dois de Sérgio Rola (que substituiu Ricardo Moreira com brilhantismo, concretizando as duas situações de remate de que dispôs) puseram os Dragões na frente aos 25 minutos, pela primeira vez no encontro. O Benfica ainda empatou por mais duas vezes, mas os portistas responderam com tentos de Gilberto Duarte e Tiago Rocha, garantindo assim a vitória.



Pedro Spínola, Tiago Rocha e Ricardo Moreira terminaram a partida com cinco golos, apenas atrás de Georgy Zaikin, o melhor marcador da partida.



No final da partida, Obradovic analisou o encontro na sala de imprensa: “Foi um FC Porto muito bom. O importante era ganhar, face a um adversário complicado. O FC Porto acreditou até ao fim e isso é que fica na história. O Benfica é uma equipa mais experiente e não se podem esquecer que tivemos um jogo complicado na quarta-feira, frente ao ABC. O FC Porto é uma equipa a ser construída. Parabéns aos jogadores e adeptos. Continuaremos a lutar até ao fim”.



FICHA DE JOGO



FC Porto Vitalis-Benfica, 23-22 Andebol 1, primeira fase, 12.ª jornada 19 de Novembro de 2011



Dragão Caixa, no Porto



Assistência: 1.808 espectadores



Árbitros: Daniel Martins e Roberto Martins



FC PORTO VITALIS: Hugo Laurentino (g.r.), Gilberto Duarte (4), Filipe Mota (2), Dario Andrade, Ricardo Moreira «cap.» (5), Daymaro Salina, Tiago Rocha (5), Pedro Spínola (5), Wilson Davyes, Alfredo Quintana (g.r.), Sérgio Rola (2) e Hugo Santos



Treinador: Ljubomir Obradovic



BENFICA: Ricardo Candeias (g.r.), David Tavares (1), João Pais (2), Georgy Zaikin (7), Carlos Carneiro (4), Rui Silva (2), Inácio Carmo, Cláudio Pedroso (1), Nuno Roque (1), Nuno Grilo e José Costa (4)



Treinador: Jorge Rito



Ao intervalo: 10-11



Disciplina: cartão vermelho A Rui Silva (29m)

BASQUETEBOL - FC PORTO - SAMPAENSE




Uma questão de base




Chegou a correr perigo a quarta vitória consecutiva num calendário que ainda deve dois jogos em atraso ao campeão.


Frente ao Sampaense, que deu a provar aos Dragões do seu próprio veneno, o antídoto só foi encontrado numa perspicaz rotação de bases que devolveu o domínio ao FC Porto Ferpinta (85-75) e elevou Stempin à condição de MVP.


Moncho ficou preocupado. De novo no Dragão Caixa e num decalque quase perfeito da exibição (pouco) conseguida frente à Ovarense, os Dragões repetiram, na noite de sábado, virtudes e defeitos, oscilando inevitavelmente entre os altos e baixos de um jogo em que o Sampaense chegou a surpreender, gerando, inclusive, uma diferença de 11 pontos (28-39) no decurso do segundo período.


Como na jornada anterior, o FC Porto Ferpinta criou rapidamente uma vantagem apreciável aos instantes iniciais (13-2), mas permitiria ao adversário a inimaginável soma de 25 pontos nos últimos seis minutos do primeiro quarto, fase em que já se deixava embalar pelo ritmo cadenciado por Jorge Sing e o lançamento fácil de João Balseiro, que terminou a partida com 32 pontos marcados e 5 triplos convertidos.


O campeão despertou ao primeiro abalo de Moncho López, mas só encontraria antídoto para o jogo exterior do Sampaense no recurso a todas as soluções de base e, em especial, na de Reggie Jackson, que travou a organização de Sing, de Diogo Correia, que condicionou o “tiro” de Balseiro, e de Miguel Maria, que relançou os Dragões com uma condução de jogo acelerada.


Só ao quarto perídodo o jogo retomou a forma inicial, com os triplos sucessivos de Jackson e Carlos Andrade a precipitarem a definição do vencedor e Greg Stempin a garantir a condição de MVP, antes mesmo de concluída a partida e com menos de 30 minutos de utilização, que foi, ainda assim, tempo bastante para compor um duplo-duplo de 24 pontos e 10 ressaltos. No final, durante a conferência de imprensa, Moncho López agradeceu e devolveu os elogios do treinador adversário, argumentando que a sua equipa não os mereceu. “Estou contente pela reacção ao resultado adverso, mas devo confessar que fico preocupado, porque precisamos de mais consistência e de regularidade”, disse o técnico galego, que não se cansou de advertir os jogadores ao longo do jogo, lembrando-os de que o encontro estava ainda por vencer.


A resposta fica reservada para amanhã (domingo), frente ao Terceira Basket, de novo no Dragão.


FICHA DE JOGO


Campeonato da Liga, 6.ª jornada 18 de Novembro de 2011


Dragão Caixa, no Porto


Assistência: 443 espectadores


Árbitro principal: Nuno Monteiro


Árbitros assistentes: Pedro Costa e Nelson Guimarães


FC PORTO FERPINTA (85): Reggie Jacson (12), Carlos Andrade (14), João Santos (11), Miguel Miranda (8) e Greg Stempin (24); Rob Johnson (6), Miguel Maria (4), José Costa (0), David Gomes (2), Nuno Marçal (0), Diogo Correia (4), João Soares (0)


Treinador: Moncho López


SAMPAENSE (75): Jorge Sing (13), João Balseiro (32), Eky Viana (3), Brian Addison (22) e Tyrone McNeal (2); Chris Gaines (3)


Treinador: Jaime Moutinho


Ao intervalo: 40-45


Por períodos: 25-27, 15-18, 22-13 e 23-17

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

VAMOS AJUDAR O GUSTAVO









Vamos ajudar o pequeno Gustavo








Gustavo Martins, de apenas três anos e filho do futebolista Carlos Martins, necessita urgentemente de um transplante de medula. O transplante de medula é um procedimento simples, sem qualquer contra-indicação para o dador e pode salvar vidas. A família de Gustavo Martins está a viver o pior dos dramas, que é ter um filho doente, assim como muitas famílias anónimas, e o FC Porto apela a que todos façam testes e que ajudem a encontrar dadores compatíveis para todos os que necessitam de transplantes de medula.Em baixo ficam os contactos dos três centros de Histocompatibilidade do nosso país.




Centro de Histocompatibilidade do Norte




Rua Dr. Roberto Frias - Pav. "Maria Fernanda"4200-465 PORTOTelefone: 225573470Fax: 225501101E-mail: administ@chn.pt




Centro de Histocompatibilidade do Centro




Praceta Prof. Mota Pinto, Edif. S. Jerónimo, 4.º piso Apartado 9041 3001-301 COIMBRA Telefone: 239480700 Fax: 239480790 E-mail: geral@histocentro.min-saude.pt




Centro de Histocompatibilidade do Sul




Alameda das Linhas de Torres, n.º 1171769-001 LISBOA Telefone: 217504100

SANTOS E PECADORES


"Isso só disse uma pessoa, uma pessoa que não é séria, que não é íntegra, uma pessoa que não tem valores, não tem sentimentos. (...) Não tem de se dar credibilidade a uma pessoa que manipula pela mentira".
Estas palavras foram proferidas pelo seleccionador nacional de futebol, Paulo Bento, e por envolverem o FC Porto merecem o nosso esclarecimento.
O que está em causa é tão simplesmente o facto do presidente Jorge Nuno Pinto da Costa ter estado na Dinamarca, para assistir ao jogo da selecção nacional no início de Outubro, alegadamente para contratar Paulo Bento.
As palavras do seleccionador nacional são suficientemente esclarecedoras do carácter de quem pôs a correr mais uma mentira com o objectivo de prejudicar o FC Porto, mas para que não sofra o justo pelo pecador e porque ainda há muita gente séria na comunicação social, sentimos o dever de denunciar o autor da mentira.
Foi o suposto especialista em futebol Rui Santos quem lançou esta falsidade para o ar, apenas mais uma de tantas e tantas mentiras que semanalmente diz na SIC Notícias, numa patética tentativa de diminuir o FC Porto e que tem tido os resultados conhecidos.
Como diz muito bem o seleccionador nacional, Rui Santos não é sério, não é íntegro, não tem valores. Não é credível. É mentiroso.

quarta-feira, 16 de novembro de 2011

ANDEBOL



FC Porto ganha em Braga e é líder


O FC Porto foi a Braga bater, esta quarta-feira, o ABC por 26-20, com 11-10 ao intervalo, em jogo antecipado a contar para a 13.ª jornada do campeonato nacional de andebol.

Com esta vitória, o FC Porto isolou-se no comando do campeonato, podendo ser apenas igualado pelo Sporting, que tem menos um jogo disputado.

Depois de uma primeira parte em que o ABC aproveitou os minutos antes do intervalo para equilibrar o marcador, uma segunda etapa em ritmo muito alto fez pender o jogo para os tricampeões nacionais, que venceram por uns esclarecedores seis golos de vantagem.

Destaque especial para Gilberto Duarte, autor de dez golos.

O FC Porto volta à competição já no sábado, quando receber o Benfica no Dragão Caixa, às 15 horas.

8º ANIVERSÁRIO DO ESTÁDIO DO DRAGÃO



O Estádio do Dragão

completa hoje 8 anos de vida, foi palco de muitas vitórias que tenha muitos e muitos anos de vida e nos continue a dar muitas e muitas alegrias.

O Estádio do Dragão é um estádio de futebol localizado na cidade do Porto.

É propriedade do Futebol Clube do Porto.

Tem uma capacidade de 52.000 espectadores, todos sentados e cobertos.

O Estádio do Dragão foi construído para substituir o velho Estádio das Antas que abriu as portas em 1952.

Foi inaugurado em 16 de Novembro de 2003 num jogo particular com o Barcelona e utilizado em 2004 em cinco jogos do campeonato do Euro 2004, foi palco do jogo inaugural deste grande evento desportivo, disputado entre Portugal e a Grécia no dia 12 de Junho, onde a equipa anfitriã foi derrotada por 2-1. Aqui também tiveram lugar os jogos da fase de grupos Alemanha - Holanda e Itália - Suécia, a 15 e 18 de Junho, respectivamente, e ainda o jogo dos quartos-de-final entre a República Checa e a Dinamarca, e a meia-final que opôs a Grécia e a República Checa.

O estádio teve uma construção conturbada. Durante a construção, conflitos entre opresidente do clube, Jorge Nuno Pinto da Costa e o presidente da autarquia, Rui Rio, levaram a sucessivas paragens na obra e adiamentos.

O estádio foi projectado pelo arquitecto Manuel Salgado e custou cerca de 98 milhões de euros, dos quais 18,5 milhões pagos pelo Estado.Durante a construção, houve uma viva discussão sobre o nome a dar ao estádio. "Estádio das Antas", "Novo Estádio das Antas" e "Estádio Pinto da Costa" foram alguns dos nomes propostos. Pinto da Costa recusou o seu próprio nome e escolheu "Dragão" por referência ao Dragão que figura no emblema do clube.

O Estádio do Dragão, pela sua excelência e beleza, tem servido de inspiração para construções similares noutros países. Dois exemplos: um dos projectos para o novo estádio nacional da Irlanda do Norte, a construir em Maze (perto de Lisburn), tem o Dragão como modelo;[1] no âmbito do Campeonato do Mundo de 2014 uma delegação constituída por empresários, arquitectos, representantes de clubes, do sector da construção e de governos estaduais e perfeituras visitou os estádios do Euro 2004, tendo elegido o Dragão como o "mais bonito", "harmonioso" e "interessante" dos visitados e um caso "a copiar" no Brasil.

]Dados ImportantesCusto aproximado€ 98.000.000

RealizaçãoSomague

Capacidade 51.000

Iluminação220 projectores de 2000W (1600 Lux)Som«Bose» (65.000 Watts)

Painéis electrónicos«Barco» (2 painéis rotativos de 48 m²).Classificação internacionalGrau A - O estádio do Dragão pode ser o palco de qualquer evento futebolístico nacional ou internacional.

Certificações O Estádio do Dragão é o primeiro estádio europeu a conseguir a certificação «GreenLight». Esta é uma certificação da Comissão Europeia (através da ADENE - Agência para a Energia), premiando o esforço realizado em termos da utilização racional de energia e na qualidade da iluminação.

Distribuição dos lugares de bancada

Lugares de bancada - 45.634

Lugares de empresa - 1.176

Camarotes de família - 1.120

Lugares de tribuna - 898

Camarotes de venda livre - 596

Camarotes de 5 a 6 estrelas - 372

Lugares de Imprensa - 194

Camarote presidencial - 120

Deficientes e acompanhantes - 104

Lugares de estacionamento 1.186 lugares (47.749 m²)Venda livre: 516;Vip: 272;Lugares de empresa: 240;Zona Técnica: 100;Zona desportiva: 48.

terça-feira, 15 de novembro de 2011

ESTÁDIO DAS ANTAS



FAZ HOJE 8 ANOS QUE O ESTÁDIO DO DRAGÃO FOI INAUGURADO.

POR ESTE MOTIVO FOI O FIM DESTE BELO ESTÁDIO QUE DEU MUITAS ALEGRIAS DEU AOS SÓCIOS E SIMPATIZANTES DO FC do PORTO.

JOGOS NO DRAGÃO CAIXA ENTRE O DIA 14-11 ATÉ 20-11



ANDEBOL

sàbado dia 19-11-2011 às 15h00

FC do Porto - Benfica


BASQUETEBOL

6ª feira dia 18-11-2011 21h00

FC do Porto - Sampaense

sábado 19-11-2011 21h00

FC do Porto - Terceira


HOQUEI PATINS

Liga Europa

sábado 19-11-2011 19h00

FC do Porto - Liceu da Corunha













ANDEBOL



"Estamos ansiosos por chegar ao primeiro lugar"


O objectivo imediato dos tricampeões nacionais passa por recuperar a condição de líderes, estatuto que fica particularmente dependente dos dois desempenhos mais próximos, que colocam ABC e Benfica no caminho dos Dragões. O guarda-redes Quintana assume a pressa de lá chegar, sem, no entanto, saltar etapas. Por isso se concentra exclusivamente no encontro de Braga.No Pavilhão Flávio Sá Leite, o cubano não quer desperdiçar a oportunidade de promover mais uma séria abordagem à liderança do Andebol 1, numa ameaça a formular a partir das 21h00 de quarta-feira. Na antevisão do encontro, Alfredo Quintana diz que a equipa está devidamente preparada para a exigência do desafio, sublinha a confiança transmitida por Daymaro Salina e observa que o FC Porto Vitalis fica mais forte com Wilson Davyes.Intensidade para liderar“Vai ser um jogo muito intenso, mas a nossa equipa está preparada. Temos treinado muito bem para um jogo que nos permitirá fazer uma aproximação ainda mais séria ao topo da tabelo, caso consigamos vencer.”Daymaro dá confiança“Com a entrada do Daymaro, a equipa aumentou os seus índices de confiança, sobretudo ao nível defensivo.”Atentos aos laterais“No que diz respeito à minha posição, penso que nós, os guarda-redes, temos que estar especialmente atentos aos remates dos laterais da equipa do ABC e aos remates de fora. Estamos a trabalhar para antecipar essas dificuldades.”Um de cada vez“Neste momento, ainda só pensamos em vencer o jogo de Braga, que é o próximo. Só depois dele nos debruçaremos sobre o jogo de sábado, com o Benfica. Temos alguma ansiedade para alcançar o primeiro lugar, mas tudo tem o seu tempo. Temos de prosseguir o nosso rumo, concentrados e seguros.”Mais fortes com Wilson“O Wilson Davyes regressou em boa forma e creio que, dentro de duas semanas, já poderá apresentar-se a um nível condizente com as suas capacidades. É muito importante para o FC Porto Vitalis poder contar com um jogador com a qualidade do Wilson. Somos mais fortes com a sua presença.”

EMERSON MOISÉS COSTA 1994




(Emerson Moisés Costa )




Nasceu a 12/4/1972 no Rio de Janeiro.Iniciou a sua carreira no Flamengo, seguindo-se depois o Coritiba. Chegou a Portugal em 1991, com 19 anos para representar o Belenenses, onde permaneceu três temporadas.
Ingressou no F.C. do Porto em 1994/95, para ser Campeão Nacional e ganhar a Super-Taça Cândido de Oliveira. Em 1995/96 voltou a ser Campeão Nacional e considerado o melhor jogador do campeonato.Transferiu-se depois para o Middlesbrough em 1996/97. Seguiu-se o Tenerife e o Desportivo da Corunha, ( 2000/01) onde esteve duas temporadas vencendo a Taça de Espanha em 2001/02. Representou ainda o Atlético de Madrid (2002/03), o Glasgow Rangers (2003/04). Regressou ao Brasil em 2004 para o Vasco da Gama durante dois anos. Em 2005, rumou para a Grécia para representar o Skoda Xanthi , seguindo-se o AEK. Continuou a sua carreira em 2007/08, no Chipre ao serviço do Apoel de Nicósia.Regressou ao Brasil em 2008 para ingressar no Madureira SC do Rio de Janeiro e onde terminou a sua carreira.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

MANGALA




Sub-21: Mangala marca na vitória da França


Sub-21, Euro 2013


A França continua 100 por cento vitoriosa na fase de qualificação para o Campeonato da Europa de sub-21 após triunfar sobre a Eslováquia por 2x0, com Mangala a ser o autor do primeiro golo.

O defesa do FC Porto foi titular no conjunto gaulês e aos 33 minutos colocou a França em vantagem, que ao intervalo vencia por um golo de diferença.

TAÇA DE PORTUGAL



FC Porto recebe Sporting da Horta nos “oitavos” da Taça


O FC Porto Vitalis vai receber o Sporting da Horta nos oitavos-de-final da Taça de Portugal, ditou o sorteio realizado na tarde de segunda-feira. Os encontros desta eliminatória estão agendados para 10 de Dezembro (sábado).As duas equipas já se defrontaram esta época, a 29 de Outubro, em desafio do Andebol 1. Os azuis e brancos venceram nos Açores por 28-26.

TAÇA COMPAL ANGOLA




Super Taça Compal:


Seis a lutar por 10 mil euros

FC Porto (campeão nacional), CAB Madeira (detentor da Taça de Portugal), Petro de Luanda (campeão de Angola) – treinado pelo português Alberto Babo –, Recreativo de Libolo (Taça de Angola), 1.º de Agosto – dirigido pelo Selecionador Nacional Mário Palma – e Maxaquene (representante de Moçambique) vão participar na III SuperTaça Compal e discutir os 10 mil euros a atribuir ao vencedor. As restantes equipas terão, igualmente, direito a prémio monetário: 5 mil euros para o segundo posicionado, 4 mil para o terceiro e 3 mil euros para cada um dos restantes.Na apresentação da prova, ocorrida esta segunda-feira numa unidade hoteleira de Luanda (Angola), ficou também a saber-se que a SuperTaça Compal deverá conhecer novas datas, de forma a não coincidir com a CAN de futebol, que termina a 12 de Fevereiro, no Gabão. Em cima da mesa, está uma proposta de atraso desta competição de basquetebol lusófona de 7 a 12 de Fevereiro para 14 a 19 do mesmo mês.Benguela (14,15 e 16 de Fevereiro) e Luanda (18 e 19) são as cidades anfitriãs da SuperTaça Compal.O Benfica venceu a primeira edição, disputada em 2010, em Luanda, já o 1.º Agosto foi o vencedor do segundo troféu, discutido, em 2011, em Lisboa.

BRASIL - EGIPTO 2-0




Assistência de Hulk na vitória do Brasil


O Brasil derrotou, esta segunda-feira, o Egipto, por 2-0. O avançado Hulk, do FC Porto, esteve na origem do primeiro golo da selecção brasileira. O avançado Hulk esteve bastante activo na primeira parte e muito perto do golo. Logo os 26 minutos, o jogador do FC Porto recebeu a bola no peito, na área, virou para a baliza e mesmo com forte marcação rematou, mas um pouco ao lado. Aos 31 minutos, Hulk assistiu Alex Sandro (FC Porto), com o lateral a obrigar o guarda-redes do Egipto a defender com dificuldade para canto.

Aos 39 minutos surgiu o primeiro golo. Hulk arrancou pela direita, passou os jogadores contrários e cruzou para a entrada de Jonas.

Na segunda parte, aos 58 minutos, o Brasil voltou a marcar. Bruno César (Benfica) fez o cruzamento, Fernando cabeceou para defesa incompleta de El Shenawy e Jonas na recarga facturou.

Aos 75 minutos, Elias (Sporting) entrou para o lugar de Fernandinho. Depois, aos 78 minutos, foi a vez de Kleber (FC Porto) a entrar para a posição de Jonas, tendo ainda tempo para rematar à trave e na recarga ainda viu o seu remate desviado para canto.


domingo, 13 de novembro de 2011

Alex Sandro



Alex Sandro titular diante do Egipto.

O lateral-esquerdo Alex Sandro vai jogar de início no particular que a selecção do Brasil vai realizar esta segunda-feira com o Egipto, no Catar. O jogador do FC Porto vai ocupar a vaga deixada em aberto por Adriano, que abandonou o treino com queixas na coxa esquerda. Estas alterações foram confirmadas em conferência de imprensa por Mano Menezes, que deverá manter o portista Hulk como titulares. O avançado Kléber, do FC Porto, será suple