sábado, 17 de março de 2012

FUTEBOL JUNIOR


Juniores: FC Porto sofre para vencer V. Guimarães (4-3)


O FC Porto venceu este sábado o Vitória de Guimarães,
por 4-3, em jogo a contar para a 6.ª jornada da fase final do campeonato nacional de juniores.

Com este resultado o FC Porto passa a totalizar nove pontos, menos seis do que o líder Benfica.

Os dragões adiantaram-se no marcador aos 23 minutos, por Hugo Basto, numa excelente iniciativa atacante. Vion, jogador que tem tido presença frequente no plantel principal, aumentou a contagem pouco tempo depois. Ainda antes do intervalo, porém, a equipa vimaranense reduziu com um golo de Ricardo.

No segundo tempo, com o FC Porto a entrar melhor, Tozé aumentou o marcador para os dragões, que, mais uma vez haveria de ter nova resposta vimaranense, com Ricardo, desta vez de grande penalidade, a fazer o 3-2.

Tozé voltaria a estar em destaque fazendo o 4-2, enquanto Ricardo, a seis minutos do fim, completou o seu hat-trick com mais um tento de grande penalidade.

Após este triunfo, por 4-3, o FC Porto desloca-se ao terreno da União de Leiria na próxima ronda.

Classificação:

1. Benfica 15 pontos
2. SC Braga 12 pontos
3. Sporting 12 pontos
4. FC Porto 9 pontos
5. V. Guimarães 7 pontos
6. Nacional 7 pontos
7. V. Setúbal 4 pontos
8. UD Leiria 4 pontos

17:42 - 17-03-2012

HOQUEI PATINS


Vitória na Corunha deixa tudo em aberto

O FC Porto Império Bonança venceu este sábado no terreno do campeão europeu Liceo da Corunha, por 3-2, em jogo da quinta jornada do grupo C da Liga Europeia. Os golos portistas foram apontados por Reinaldo Ventura (2) e Caio. Com este resultado, os Dragões ficam com os mesmos nove pontos dos galegos e menos três do que os italianos do Valdagno, que lideram.

O triunfo só não foi perfeito porque, para depender apenas de si na última jornada para garantir o apuramento (reservado aos dois primeiros do grupo), os portistas necessitavam de vencer por uma margem de dois tentos.

Essa vantagem esteve próxima de se confirmar, já que, ao intervalo, os Dragões venciam por 2-0, com os dois golos de Reinaldo Ventura. No segundo tempo, Mirras reduziu para 2-1, Caio fez o 3-1 e, já perto do apito final, Lamas estabeleceu o 3-2 final.

Na última jornada, a 14 de Abril, os azuis e brancos estão obrigados a vencer em casa os suíços do Genève (últimos do grupo, sem qualquer ponto), esperando que o Liceo não o faça em casa do Valdagno.

BASQUETEBOL - TAÇA DE PORTUGAL


Dragões na final da Taça

O FC Porto Ferpinta está na final da Taça de Portugal após uma enorme vitória sobre o Benfica (66-62). Os Dragões saíram em desvantagem dos três primeiros parciais mas nunca deram grande margem ao adversário e aproveitaram para se superiorizar no quarto e último período de jogo.

A tarde parecia começar bem para o FC Porto quando Rob Johnson fez o primeiro cesto da partida, mas o Benfica rapidamente tomou a dianteira no marcador devido às constantes falhas ofensivas da equipa azul e branca, o que redundou num resultado de 15-21 no final dos primeiros dez minutos.

A falta de eficácia, personalizada nos curtos 34% de lançamentos concretizados, continuou a castigar os Dragões por mais algum tempo, enquanto ao rival tudo parecia correr bem. Greg Stempin, reconhecidamente um finalizador de qualidade, era o rosto da infelicidade portista ao intervalo: tinha apenas um ponto, fruto de inúmeras bolas no aro.

O reatamento foi amigo e conselheiro do FC Porto e permitiu aos atletas de Moncho López ganharem terreno ao adversário: o terceiro parcial fechou nos 47-48 a favor do Benfica, mas já aí se notava que a postura do cinco azul e branco estava fortalecida e ia recuperar a sorte que merecia por direito próprio.

No momento de todas as decisões, a qualidade, a garra e a crença dos Dragões aliou-se ao forte apoio do público afecto ao FC Porto: entre bola cá e bola lá, o que deixou o Pavilhão Municipal de Fafe com um ambiente electrizante, o FC Porto passou para a frente da partida e viu Rob Johnson (19 pontos e sete ressaltos), Carlos Andrade (13 pontos) e Reggie Jackson (12 pontos) destacarem-se entre os melhores.

Johnson foi mesmo considerado o MVP desta meia-final, não só pelos pontos marcados mas também pelo espectacular ressalto que permitiu ao campeão nacional garantir a posse de bola numa fase crucial do jogo: a menos de dez segundos do fim, com um ponto a separar as duas formações, o norte-americano travou um lance ofensivo dos lisboetas e permitiu ao FC Porto ampliar a vantagem, segurando, definitivamente, uma vitória mais do que merecida: justa.

O FC Porto Ferpinta defronta este domingo, no jogo decisivo, a Académica, que bateu o Sampaense (67-65).

ANDEBOL - FC Porto - Aguas Santas 29 - 27



Triunfo sobre Águas Santas dá quatro pontos de vantagem

O FC Porto Vitalis venceu este sábado o Águas Santas por 29-27, em encontro da segunda jornada da fase final do Andebol 1. Com este resultado, os Dragões alargam para quatro pontos a vantagem sobre os perseguidores Benfica e Sporting. O encontro em que Ricardo Moreira foi o melhor marcador, com oito golos, disputou-se até aos instantes finais.

O Águas Santas arrancou um parcial inicial de 3-0, que desde logo foi demonstrativo da dificuldade que os Dragões iriam encontrar. Os azuis e brancos apenas passaram para a frente depois dos dez minutos (6-5, por Wilson Davyes), mas sofreriam um revês com a expulsão de Hugo Laurentino, aos 17 minutos, quando tentava parar um contra-ataque e chocou com um adversário.

Os portistas só conseguiram uma vantagem significativa com um parcial de 6-0, entre os 20 e os 26 minutos. O resultado cifrava-se então em 15-12, mas o intervalo chegaria com 16-14 no marcador. O contra-ataque portista fazia, com habitualmente, a diferença: oito tentos em nove situações, contra três em quatro dos maiatos.

Poder-se-ia pensar que o FC Porto arrancaria para uma vitória tranquila na segunda parte, mas a resistência dos maiatos levou o encontro a ser discutido até ao último minuto. A defesa portista não esteve nos melhores dias e deparou-se com um critério pouco coerente da dupla de arbitragem. A ausência de Hugo Laurentino foi igualmente sentida, até porque o outro guardião, o cubano Quintana, apenas regressou recentemente à equipa, após lesão.

Os empates e as vantagens mínimas foram uma constante no segundo tempo, com o FC Porto a liderar, ainda assim, na maior parte do tempo. Os Dragões depararam-se com a forte oposição do guarda-redes António Campos, que parou, por exemplo, três dos quatro livres de sete metros a que os azuis e brancos tiveram direito.

O FC Porto entrou nos últimos 10 minutos a vencer por 26-25 e aumentou a agressividade na defesa, deixando o adversário marcar apenas mais dois golos. A vitória foi sentenciada no último minuto, quando o Águas Santas procurava o empate, graças a uma intercepção de Wilson Davyes, que depois concretizou o contra-ataque no 29-27 final.

Na próxima jornada, no sábado, o FC Porto desloca-se ao pavilhão do ABC.

FICHA DE JOGO

FC Porto Vitalis-Águas Santas, 29-27
Andebol 1, fase final, segunda jornada
17 de Março de 2012
Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 930 espectadores

Árbitros: António Trinca e Tiago Monteiro

FC PORTO VITALIS: Hugo Laurentino e Alfredo Quintana (g.r.); Gilberto Duarte (4), Tiago Rocha (3), Ricardo Moreira (cap., 8),Elias Nogueira, Wilson Davyes (2), Daymaro Salina (2), Pedro Spínola (6), Filipe Mota e Dario Andrade (4)
Treinador: Ljubomir Obradovic

ÁGUAS SANTAS: António Campos (g.r.); Jorge Sousa (2), Joel Rodrigues (2), Pedro Cruz (7), Nuno Pimenta (5), Eduardo Salgado (7), Marco Sousa (4), Juan Couto, Mário Lourenço e Albano Lopes
Treinador: Jorge Borges

Ao intervalo: 16-14
Cartões vermelhos: Hugo Laurentino (17m) e Pedro Spínola (60m)rio.

RESULTADO DE ULTIMA HORA

Futebol Juniores

FC DO PORTO - Vitória S. C. 4-3

RESULTADO DE ULTIMA HORA


BASQUETEBOL
Meia final da TAÇA DE PORTUGAL

BENFICA - FC PORTO 62 -66

FC Porto qualifica-se para a final de amanhã, que se disputa em FAFE.

sexta-feira, 16 de março de 2012

FC Porto “Vintage” venceu o Sevilha por 8-6



Vitória "vintage" vale apuramento

O FC Porto “Vintage” venceu esta sexta-feira o Sevilha por 8-6, em partida da Liga Fertiberia, e já está apurado para o “playoff”. Os Dragões entraram a perder e chegaram a ter uma desvantagem de dois golos, mas rapidamente a garra portista obrigou os andaluzes a recuar. Rui Barros, com um “bis”, Bessa, com um “hat-trick”, Capucho, Fernando Couto e Bino, com um golo cada, selaram o triunfo.

A verdade deve ser dita e é incontestável: o FC Porto “Vintage” entrou para vencer, só que a sorte quis sorrir primeiro aos sevilhanos. Cordón activou o marcador à passagem dos três minutos de jogo e só quando o relógio dobrou o tempo os azuis e brancos puderam festejar: Rui Barros encostou de cabeça, ao segundo poste, o cruzamento milimétrico de Capucho.

Capi recolocou os visitantes na dianteira aos nove minutos, deixando Baía furioso, até que “El Piccolo” restabeleceu outra vez a igualdade aos dez. Os problemas pareciam subir de tom quando David de Dios e Cordón assinaram o 2-4, mas a partir daí quase não houve mais espaço a ousadias adversárias.

Bessa, com um tiro do meio da rua, fez o 3-4, David de Dios fez o 3-5, e depois só deu Dragões até ao fim. Capucho finalizou com classe perante Fernández, Fernando Couto “furou” as redes, Bino assinou a reviravolta numa excelente jogada colectiva e Bessa aproveitou para marcar mais dois, ao seu estilo, fechando o “hat-trick” e tornando-se num dos homens da partida.

Juanito só teve tempo para reduzir os números da derrota andaluz e ficar depois a ver os portistas a celebrar o apuramento para a próxima fase do campeonato indoor.

FICHA DE JOGO

FC Porto “Vintage”–Sevilha, 8-6
Liga Fertiberia, grupo 1
16 de Março de 2012
Pavilhão Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 1408 espectadores

Árbitros: José Castro e Aníbal Fernandes

FC PORTO “Vintage”: Vítor Baía, João Pinto, Fernando Couto, Rui Barros e Capucho
Jogaram ainda: Bandeirinha, Fernando Gomes, Bessa, Bino e Latapy
Treinador: Luís Castro

SEVILHA: Fernández, Capi, Pablo Alfaro, Cordón e Cantos
Jogaram também: David de Dios e Juanito
Treinador: Rafita

Ao intervalo: 5-5
Marcadores: Cordón, Rui Barros, Capi, Rui Barros, David de Dios, Cordón, Bessa, David de Dios, Capucho, Fernando Couto, Bino, Bessa, Bessa e Juanito