sábado, 5 de maio de 2012


  • O ABC do "tetra"









Na primeira partida do FC Porto Vitalis após sagrar-se tetra campeão nacional (o título foi assegurado em Águas Santas), os Dragões bateram o ABC por 34-24. O jogo foi uma espécie de resumo da época portista: defesa agressiva, ataques rápidos e alta rotação constante. O ABC, que nunca esteve na frente do marcador, não teve pedalada para acompanhar os azuis e brancos, que festejaram de novo o título.

Na primeira parte, os Dragões conseguiram desde muito cedo uma vantagem assinalável, chegando aos 15 minutos a vencer por 11-6. Destaque para a f
orça da primeira linha portista (10 golos em 16 remates), com Gilberto Duarte (quatro golos), Spínola (três) e Wilson Davyes (três) em maior destaque. Também Hugo Laurentino fez defesas de grande nível, chegando ao intervalo com uma eficácia de 45 por cento.

No segundo tempo, a vantagem do FC Porto subiu, como era previsível, até aos 10 golos finais. Houve mais espaço para o contra-ataque (oito dos nove lances portistas neste capítulo ocorreram no segundo tempo) e, na baliza, Laurentino e Quintana apresentaram excelentes números, com 48 por cento de eficácia global (43 para o português e 52 para o cubano).

Para além disso, houve grandes lances de andebol, como foi o caso do 21-12, aos 35 minutos: uma jogada aérea entre Wilson Davyes e Elias Nogueira, concretizada em grande
estilo pelo angolano. Gilberto Duarte, Filipe Mota e Wilson Davyes foram os melhores marcadores do FC Porto, com seis tentos.

A vitória portista nunca esteve realmente em causa e houve tempo para celebrar: da bancada ouviram-se cânticos individuais para quase todos os atletas; Vasco Santos e Sérgio Rola, dois dos elementos mais jovens do plantel, tiveram oportunidade de entrar e marcar (aliás, Daymaro Salina foi o único jogador de campo a não marcar). O minuto final foi cumprido com o público em pé, a gritar “campeões”. Tratou-se por isso de uma primeira festa, já que a entrega da taça de campeão nacional vai ocorrer na última jornada, quando o FC Porto receber o Sporting.

FICHA DE JOGO

FC Porto Vitalis-ABC, 34-24

Andebol 1, fase final, oitava jornada
5 de Maio de
2012
Dragão Caixa, no Porto
Assistência: 1.179 espectadores

Árbitros: Mário Coutinho e Ramiro Silva

FC PORTO VITALIS: Hugo Laurentino (g.r.) e Alfredo Quintana (g.r.); Gilberto Duarte (6), Pedro Spínola (3), Tiago Rocha (3), Ricardo Moreira (cap., 2), Wilson Davyes (6), Dario Andrade (1), Filipe Mota (6), Elias Nogueira (4), Sérgio Rola (1), Daymaro Salina, Melancic (1) e Vasco Santos (1)
Treinador: Ljubomir Obradovic

ABC: Humberto Gomes (g.r.) e Bruno Dias (g.r.); José Rolo (2), Fábio Vidrago (1), Pedro Seabra (3), Rui Lourenço, José Pedro Coelho (4), Álvaro Rodrigues (2), Sérgio Canico (3), Miguel Sarmento (7), Luís Bogas (cap.), Nuno Rebelo (2), João Santos e Mário Peixoto
Treinador: Carlos Resende

sexta-feira, 4 de maio de 2012


MIGUEL SISKA



1938/39 - Foi um título sofrido. O F. C. Porto tinha um passivo de 200 contos, telefones cortados e salários em atraso. O treinador Miguel Siska foi um dos rostos do sucesso. Copiou do Salgueiros o sistema de prémios - cada vitória valia 20 escudos, o empate 10. O título decidiu-se na Constituição, onde o empate (3-3) serviu o F. C. Porto e tramou o Benfica. E onde um golo polémico anulado aos encarnados motivou o primeiro corte de relações.

vamos apoiar esta equipa do FC P

quinta-feira, 3 de maio de 2012

TODOS AO DRAGÃO CAIXA

    JOSEPH SZABO
  • Joseph Szabo
1934/35 - É o primeiro campeonato da história do F. C. Porto. Há dois homens indelevelmente ligados ao título - e oo treinador húngaro Joseph Szabo e o jogador Pinga. Começaram por ganhar 500 escudos por mês.
 O campeão ficou decidido no Lumiar, num empate a dois golos com o Sporting. Foi o suficiente para terminar a prova com mais dois pontos do que os leões. 
Pinga e Carlos Nunes foram os melhores marcadores da equipa com 12 golos cada um.
 PORTISTAS DO ALGARVE


SD Faro
SD Faro
Sábado o pessoal do Algarve que não for ver o FC PORTO - Sporting ao DRAGÃO, pode ir assistir á partida e fazer a festa do BI CAMPEONATO a seguir ao jogo na casa do FC PORTO de QUARTEIRA (covil do dragão).
Estará lá um canal televisivo para filmar a festa, a casa do FCP  de quarteira fica situada na Rua da Gaivota.

Apareçam...








Os Portista do Norte estarão com vocês

terça-feira, 1 de maio de 2012


  • Chaínho feliz pelo bicampeonato.
  • É defensor da continuidade do treinador
CHAÍNHO ex jogador do FCP


Chaínho, ex-jogador do FC Porto, considera que a conquista do bicampeonato por parte dos azuis e brancos foi justa, apesar da luta dada pelo Benfica e SC Braga.

«Estou bastante feliz. Acho que foi uma vitória do presidente, do treinador, da equipa e do público. Foi um campeonato bem renhido mas o FC Porto é um justo vencedor», afirmou o futebolista que foi pentacampeão pelos dragões.

Favorável à permanência de Vítor Pereira no comando técnico do FC Porto, Chaínho acredita que, acima de tudo, este foi um ano de aprendizagem para o ex-treinador do Santa Clara.

«Com o maior respeito pelo Santa Clara, estar no balneário do Santa Clara como líder é diferente do que no FC Porto. Às vezes é preciso interiorizar certas situações e acho que acima de tudo foi um ano de aprendizagem. Para o ano estará completamente focado e preparado para assumir uma equipa como o FC Porto, à imagem do fez na parte final do campeonato», terminou, em declarações à margem do Estoril Open.

FC DO PORTO
  • Treinadores campeões pelo FC Porto:
  • Artur Jorge (3)
  • Jesualdo Ferreira (3)
  • António Oliveira (2)
  • Bobby Robson (2)
  • Carlos Alberto Silva (2)
  • José Maria Pedroto (2)
  • José Mourinho (2)
  • Mihaly Siska (2)
  • Bela Guttmann (1)
  • Otto Bumbel (1)
  • Tomislav Ivic (1)
  • Co Adriaanse (1)
  • Dorival Yustrich (1)
  • Fernando Santos (1)
  • André Villas-Boas (1)
  • Vítor Pereira (1)

domingo, 29 de abril de 2012

HULK
Hulk: «Parabéns a todos os que nos apoiaram o campeonato inteiro»

Autor dos dois golos do FC Porto frente ao Marítimo e melhor marcador dos azuis e brancos no campeonato, Hulk agradeceu o apoio dos adeptos à equipa e elogiou o trabalho de toda a equipa.

«Parabéns a todos os que nos apoiaram o campeonato inteiro e aos meus companheiros. A festa vai ser no Dragão e depois na Avenida dos Aliados», escreveu o internacional brasileiro na sua conta no Twitter.

Hulk chegou ao FC Porto em 2008 e este é o terceiro campeonato que conquista pelos dragões, não tendo sido campeão apenas por uma ocasião,
JAMES RODRIGUES
James Rodríguez: «Estou muito feliz por mais um título na minha carreira»
FC Porto, James Rodríguez

   

Depois de Janko, James Rodríguez foi outro dos jogadores do FC Porto a expressar a felicidade pela conquista do campeonato, esta noite, depois do empate do Benfica em Vila do Conde.

«Estou muito feliz por mais um título na minha carreira. Estou agradecido a Deus por poder desfrutar disto», escreveu o extremo colombiano no Twitter.
JANKO
Janko foi o primeiro jogador a manifestar-se publicamente com a conquista do campeonato por parte do FC Porto, depois do empate a duas bolas entre Rio Ave e Benfica.

Através da sua página pessoal no Facebook, o avançado austríaco escreveu apenas uma palavra mas que revela, de certa forma, o espírito que se vive no seio do plantel azul e branco: «CAMPEÃO!!!!!!!!!!!!!!!!!!».

Janko, que foi suplente não utilizado no triunfo do FC Porto sobre o Marítimo este sábado, deverá seguir para o Estádio do Dragão, onde se espera que os jogadores festejem o 26º título de campeão juntamente com os adeptos.
De pequenino se festeja o título

PEDRO GIL
FC Porto cilindra (17-4) Infante Sagres
O FC Porto goleou o Infante Sagres por concludente 17-4, no Dragão Caixa, e recolou-se a um ponto do primeiro lugar ocupado pelo Benfica.

Pedro Gil (5 golos), Reinaldo Ventura (3), Ricardo Oliveira (3), Tiago Santos (2), Pedro Moreira, Gonçalo Suíssas, Filipe Santos e Nélson Pereira foram os marcadores de serviço da equipa azul-e-branca, que vencia por 5-1 ao intervalo.

Tiago Pimenta, Ricardo Carvalho, Ricardo Anastácio e Gabriel Dâmaso apontaram os golos do Infante Sagres.

O FC Porto soma agora 60 pontos no segundo lugar, a um do líder Benfica.


Missão cumprida!
festejos

No final do jogo em Águas Santas, que deu o tetracampeonato ao FC Porto Vitalis, Wilson Davyes, Tiago Rocha, Daymaro Salina e Hugo Laurentino falaram ao www.fcporto.pt e mostraram a evidente sensação de missão cumprida.

Pela quarta vez, o central Wilson Davyes sentiu na pele a conquista do título de campeão nacional. “É uma satisfação enorme. É o momento em que vemos o nosso trabalho recompensado. Encaro isto como um prémio pelo esforço que fomos obrigados a fazer durante a época”, disse, em clara euforia.

Tiago Rocha, também “tetra”, orgulha-se do feito conquistado, este sábado, no pavilhão do Águas Santas. “Só uma equipa nos anos 60 é que tinha conseguido ser tetracampeã e nós estamos a repetir esse feito hoje”, afirmou orgulhoso. “Pensar no ‘penta’ é fundamental para entrar na história do clube”, rematou o pivô.

O guarda-redes azul e branco Hugo Laurentino já não é novo nestas andanças, mas o “tetra” foi vivido na mesma de forma intensa. “É uma sensação única. Estamos a fazer história e queremos continuar a fazê-la para o ano”, declarou. “Trabalhamos muitíssimo para conseguirmos chegar ao fim do ano e sermos campeões”, acrescentou.

O cubano Daymaro Salina chegou ao FC Porto em Outubro e já sabe o que é ser campeão. “Cheguei esta época e esta é uma sensação que não dá para explicar. É espectacular e é para repetir para o ano e nos próximos anos”, observou.
  • Juniores C perdem com Benfica
sub 15

A equipa de Sub 15 do FC Porto perdeu na manhã deste domingo com o Benfica, em jogo da 3.ª jornada da fase final do campeonato nacional de Juniores C.

Um golo de contra-ataque na primeira parte ditou a derrota da equipa de António Folha, que atacou muito, mas não conseguiu ser eficaz na finalização.

Com este resultado o FC Porto caiu para a segunda posição, com seis pontos, menos três do que o líder Benfica.

  • Sub 17 vencem e isolam-se na liderança

Os juniores B do FC Porto venceram na manhã deste domingo em Guimarães, por 1-0, resultado que permitiu que a equipa se isolasse na liderança do campeonato, com mais um ponto do que o Benfica.

Um golo de André Silva, aos 24 minutos, fez justiça e garantiu uma vitória, que mantém a equipa invicta e em boa posição para se sagrar campeã nacional, depois de cumprida a primeira volta da competição.

Na próxima jornada, marcada para 6 de Maio, o FC Porto recebe o Sporting.